segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A Roda da fortuna / La rueda de la fortuna

e eu fui atras Yo fue atras

e fui alem fui mas allá

e eu me dei. me regalé

Me dei pro vento Me dí al viento

me dei pra chuva me dí a lluvia

buscando o sol buscando el sol

pedi ao tempo Pedí al tiempo

que me desse tempo que me diera tiempo

pra eu pensar para piensar

perguntei ao mund Pregunté al mundo

qual era o rumo, cual era el rumbo

o meu lugar mi lugar

pedi ao choro Pedí al lloro

pra por favor pá' por favor

me abandonar me abandonar

sai correndo Sali corriendo

buscando alento buscando consuelo

e a procurar y a procurar

quando consegui Cuando enfin

outra vez logué otra vez

me encontrar me encontrar

eu vi você Te ví a ti

outra vez otra vez

me desafiar a me desafiar

mas eu me armei Pero me armé

e me curei yo me curé

Outra vez fui jogar y otra vez fui a jugar

e outra vez Y otra vez

você mais forte tu más fuerte

me atirou ao ar. Me tiraste al aire

Mas não tem nada No pasa nada!

mais uma vez una vez más

vou me buscar me buscaré

e não te importes Y no te importes

porque mais forte porque mas fuerte

eu vou voltar yo volveré

mas não me esperes Pero no me esperes

porque a via lactea Porque la via lactea

é mesmo o meu lugar. Es mismo mi lugar

E não me sigas Y no me sigas

porque lá Porqué allá

nao podes chegar no puedes llegar

porque tuas asas Porque tus alas

são tao pequenas son tan pequeñas

que não te permiten voar. Que no te permiten volar

Porque ali Porque allí

so quem chega Solo quien llega

é quem sabe amar. Es quien sabe amar

Nenhum comentário:

Postar um comentário